Salário Mínimo Nacional 2020 – Valor com Reajuste e Aumento

O Salário Mínimo Nacional 2020, no Brasil, surgiu no século XX, com a promulgação da Lei de nº 185, em janeiro de 1936. Em 1º de maio, o então presidente Getúlio Vargas, fixou os valores do salário mínimo que começou a vigorar no mesmo ano.

O salário mínimo, como o nome já diz, é o menor valor que os empregadores podem pagar aos seus funcionários. O valor do salário mínimo muda, anualmente, com base no custo de vida da população. O intuito deste valor é proporcionar uma qualidade melhor de vida para as pessoas e também, como estabelece um valor mínimo, evita que empresas abusem de seus funcionários em relação a sua remuneração mensal.

Fique conosco nas próximas linhas deste artigo e confira muitas informações sobre o Salário Mínimo Nacional. Saiba sobre histórico de valores, reajustes, entre outros detalhes. Confira!

Salário Mínimo Nacional 2020

Como já foi mencionado, um salário mínimo nacional é uma remuneração que o empregador pode oferecer ao seu colaborador de acordo com a lei. Todos os anos, o valor do salário, no Brasil, sofre um reajuste.

Salário Mínimo Nacional 2020

Esse reajuste deve ocorrer porque ao longo do ano a inflação costuma reduzir pouco a pouco o poder de compra do cidadão, fazendo necessário o aumento do benefício.

O salário mínimo atual é descrito na Constituição Federal de 1988 como a remuneração capaz de suprir as necessidades básicas do empregado e de sua família. Isso inclui moradia, alimentação, saúde, educação, vestuário, higiene, lazer, transporte e previdência social.

Valor do Salário Mínimo Nacional

Ainda não há valores para o ano de 2020, por enquanto, o salário mínimo atual definido no país, em decreto assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro, é o de 2019, que apresenta o valor de R$ 998,00 (novecentos e noventa e oito reais). Para 2020, vai ser necessário aguardar a decisão de reajuste que será divulgada pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Vale citar que nem todos os Estados do Brasil estabelecem o mesmo valor do salário mínimo para todas as profissões. São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, por exemplo, possuem um salário mínimo regional, em que definem pisos diferentes, maiores que o nacional, para algumas profissões.

O valor do salário mínimo regional nestes locais também costuma subir com o aumento anual do salário mínimo.

Cálculo do Salário Mínimo Nacional

Antes de ocorrer um reajuste no salário mínimo, o Governo Federal faz diversos cálculos para que o aumento seja significativo para o cidadão, mas não afete muito a inflação do país.

O cálculo para o reajuste é feito de maneira não muito complexa. De início, é considerada a variação do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado ao do reajuste. Após este processo, é feita a soma com a inflação do ano imediatamente anterior, medida por meio do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Abono Salarial

O abono salarial é um dos benefícios trabalhistas mais importantes para o trabalhador com carteira assinada. Trata-se de um benefício pago no valor de um salário mínimo, todos os anos, que pode ser considerado, inclusive, como um décimo quarto salário, para quem possui inscrição no PIS/PASEP há mais de 5 anos.

Vale citar que se em 2020 o novo salário mínimo nacional aumentar, o abono salarial também aumenta, o que é uma ótima notícia para o trabalhador.

O pagamento do abono é feito aos trabalhadores que se enquadrarem alguns requisitos critérios estabelecidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego, são eles:

Salário Mínimo Nacional 2020

01 – Estar cadastrado no PIS há pelo menos cinco anos;


02 – Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;


03 – Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;


04 – Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).


O cálculo do valor do benefício corresponde ao número de meses trabalhados no ano-base multiplicado por 1/12 do valor do salário mínimo vigente na data do pagamento.

O trabalhador deverá ter trabalhado no mínimo 30 dias com carteira assinada por empresa no ano-base, requisito para ter o direito ao Abono Salarial, e cada mês trabalhado equivale a 1/12 de salário mínimo no valor do benefício, sendo que o período igual ou superior a 15 dias contará como mês integral.

Esperamos que através deste artigo todas as suas dúvidas sobre o Salário Mínimo Nacional 2020 tenham acabado, porém, se ainda restou alguma, deixe sua mensagem em nossos comentários para que possamos lhe responder o mais breve possível.

Deixe um comentário